top of page
  • da Redação

Aconteceu: 4ª Imersão Inteligência Emocional na Prática

Dois dias de aprendizado, vivência e compartilhamento de experiências com Alexandra Fabri e Felipe Doutel



O destaque deste mês de junho foi mais uma edição da Imersão Inteligência Emocional na Prática, promovida pela minds by fabri e ministrada por Alexandra Fabri e Felipe Doutel.


A 4ª edição, que aconteceu no Ateliê Botânico em Bauru, contou com a participação de 18 pessoas em momentos de reflexão, dinâmicas e exercícios.


“A imersão é um movimento, e soma toda uma experiência de vida, dia após dia, tanto no meu trabalho quanto no da Alexandra”, explica Felipe. “É uma soma de competências, de vivência, conhecimento”.


Com base na metodologia de O Código T, escrito por Alexandra Fabri, a imersão convida os participantes a trilharem uma verdadeira jornada de autoconhecimento. “Foi um momento mágico, em que [os participantes] estavam abertos a olhar para dentro de si, a enxergar o que não lhes cabia mais, o que vinha atrapalhando a vida, os resultados”, conta Alexandra.


Tanto para ministrantes quanto para participantes, o momento foi de transformação: “O método utilizado é espetacular, as vivencias para mim foram os melhores momentos”, conta Rodrigo Granha, participante da 4ª turma. “[...] poder parar, olhar para mim mesmo, me enxergar, foi como uma libertação, uma porta que estava trancada e foi escancarada graças à essa imersão”.


“A inteligência emocional está ligada a toda e qualquer ação. Seja na nossa comunicação, nas nossas relações, nas tomadas de decisão. Ao ter inteligência emocional você consegue conduzir a vida de uma forma mais fluída, mais leve, organizada”, indica Felipe.


Durante os dois dias de jornada, foram abordadas diversas esferas do cotidiano: relações interpessoais, obstáculos internos, regulação emocional, resolução de conflitos, compreensão de sentimentos e emoções.


“Essa imersão foi mágica. Poder observar, analisar e ressignificar vivências que nos trouxeram traumas emocionais foi muito bom. Poder acalentar a nossa criança interior e visitar o futuro que esperamos ter, foi sensacional”, afirma Fernanda Tavares, participante. “Saio dessa imersão de alma leve e podendo entender o que sou e porque sou. E graças a ela meu olhar para a vida se tornou mais tolerante e belo”.


Com um saldo mais do que positivo e pontapé inicial para uma caminhada rumo ao autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, os participantes puderam voltar para casa com conhecimento, ferramentas e uma experiência de conexão humana.


Segundo Alexandra: “Mais uma vez eu percebo que aqueles que têm coragem de olhar para si, de reservar um momento para isso, acabam descobrindo forças, se reinventando, recriando sua própria história, escolhem fazer diferente”.




bottom of page